Se perguntarmos, pra qualquer paulistano, qual o local de maior identificação dele com a sua cidade, bem provavelmente a resposta será a Av. Paulista. A alongada via é um espaço de quase três quilômetros de prédios, lojas, praças e mais. Representa o espírito batalhador de uma cidade que não para. Cercada de grandes construções, o ar que ali se respira tem certo grau de “rarefeitividade”, por conta da poluição — mais densa que o ar. No entanto, a selva cinzenta reserva agradabilíssimas deliciosas surpresas aromadas, como é o projeto de horta comunitária que fica na Praça do Ciclista. Mesmo que muitos ainda desconheçam a existência daqueles pés de alecrim e girassol, ela está lá, plantando uma ideia que vem sendo reproduzida por aí e nos levando à reflexão: estamos mesmo sujeitos ao consumo de produtos industrializados ou podemos produzir a nossa própria alimentação, mais saudável e nutritiva?

O exemplo que demos é algo bastante simbólico: é a maior megalópole do país, com seu principal ícone, dando chance a uma ideia que brota esperança, conscientização e vida — muito do que a nossa sociedade vem precisando nos últimos tempos.

Por isso, resolvemos escrever este post. Afinal, montar um projeto de horta comunitária tem benefícios que, juntos, dariam vários hectares. Brincadeiras à parte, juntar pessoas para produzir uma horta orgânica de maneira conjunta é muito divertido e bastante educativo.

Quer saber como fazer projeto de horta comunitária? Nós vamos explicar direitinho. Tenha certeza de que você encontrará aqui todas as informações de que precisa sobre modelos de horta, metodologia de projeto de horta orgânica e como criar uma horta urbana. Para facilitar, dividimos o post em tópicos:

As sementes que plantamos: o futuro em um projeto de horta comunitária

A princípio, pode parecer uma atitude pequena montar uma horta orgânica em meio a tantos prédios e avenidas das grandes cidades. Mas não é bem assim. Afinal, todo projeto de horta comunitária carrega consigo um sentimento de renovação.

Por mais que gostemos do progresso, e ele seja importante para a forma de vida que adotamos atualmente, a agressividade dos tempos modernos talvez tenha nos tornado esquecidos do quanto precisamos da Natureza para sobreviver neste planeta. Por isso, são tão fundamentais as hortas urbanas no visual e na estrutura das grandes cidades.

São sementes como essas que podemos cultivar que podem, enfim, fazer a grande diferença na sociedade. É um sinal de alerta para a reflexão a respeito das nossas escolhas. Também é um tributo ao amanhã — que desejamos que todos possam ter.

Como se socializar através de um projeto de horta comunitária

Dá um trabalhinho. Plantar exige paciência e desvelo. Embora isso, há muita diversão em cultivar hortaliças junto de outras pessoas. É a oportunidade perfeita de fazer novas amizades, com gente que também deseja uma alimentação saudável e correta.

Em qualquer projeto de horta comunitária, você se verá reunido a pessoas que, talvez antes, nem conheceria se não fosse dessa forma. Mas há também outras vantagens interessantes além da socialização e da conscientização ambiental.

Elaborar um projeto de horta comunitária mexe com o espírito de iniciativa própria

É sempre muito bom se engajar nas etapas de um projeto de horta comunitária urbana, porque colocar a mão na terra e investir em algo que cresce graças ao nosso esforço é recompensador. Cada modelo de projeto, como criar uma horta comunitária, ensina bastante coisa, que podemos utilizar em outras áreas da nossa vida.

Há poucos dias, falamos num post sobre como encontrar um hobby todos os benefícios das atividades extras para a aquisição de novos conhecimentos. E num projeto de horta comunitária você aprenderá várias coisas e desenvolverá o espírito de iniciativa própria.

É fácil, quer ver? 5 passos para você montar o próprio projeto de horta comunitária agora

Não é muito complicado montar um projeto de horta comunitária na sua comunidade. Pelo contrário, até! Alguns passos simples facilitam todo o processo. Ainda, alguns modelos de horta estão se espalhando pelo mundo. Basta segui-los.

Para ajudar você nesta missão, elaboramos um pequeno guia (de 5 passos apenas), com todo o caminho que você deve se atentar e percorrer quando resolver de fato criar sua metodologia de projeto de horta orgânica:

Passo #1 do projeto de horta comunitária

Junte amigos e vizinhos

Após decidir se aventurar em um projeto de horta comunitária, converse sobre a ideia com as pessoas de seu bairro e de seu círculo de amizades (inicialmente). Você pode começar apresentando os benefícios das hortas urbanas para a comunidade e para o grupo que poderá desfrutar de alimentos saudáveis e frescos.

Mesmo se você não tiver como dom a arte de influenciar pessoas, bem provavelmente irá se surpreender com o número de pessoas que vão se mostrar interessadas em participar do desenvolvimento de projetos como esse, porque as hortas urbanas atraem uma equipe de trabalho engajada.

Passo #2 do projeto de horta comunitária

Encontre o local ideal para plantar

Olhe em volta. Às vezes, espaços que podem ser melhor aproveitados e receber modelos de horta encontram-se ao nosso redor. Tudo é válido: uma pracinha, um terreno abandonado ou até mesmo montar uma horta suspensa, um projeto de horta comunitária na escola, uma horta em condomínio.

Cada uma das partes de um projeto de horta comunitária tem a sua importância. Mas você deve ficar atento para, de preferência, escolher um terreno que seja plano, aberto e que receba luz do sol, claro. Agora, se o solo não estiver em boas condições, você também pode substituí-lo.

Passo #3 do projeto de horta comunitária

Produza seu próprio adubo

No desenvolvimento de projetos de hortas urbanas, você pode optar por fazer o próprio adubo, com resíduos orgânicos que são recicláveis. Até mesmo os restos de alimentos, que eventualmente sobram da comida (gente, estamos falando de cascas de frutas e legumes, por exemplo. Então nada de desperdiçar comida), podem se tornar fertilizantes.

técnica para fazer uma composteira caseira utiliza apenas três caixas de plástico, uma torneira e minhocas. Ah, para não nos esquecermos: dá pra também utilizar guardanapos e coadores de café como produtos de confecção de adubo.

Passo #4 do projeto de horta comunitária

Estabeleça regras

Tudo na nossa vida, se estiver organizado, funciona melhor. É assim também quando se estabelece a metodologia de um projeto de horta comunitária. Mais uma vez esclarecemos: para a operação andar direitinho, você não precisa ser um ás da arte de influenciar pessoas.

Todos os modelos de horta orgânica que existem e persistem seguem uma lógica. E como elaborar um projeto que, embora seja simples, tem suas peculiaridades e recebe a participação de uma gama diversa de agentes?

Simples: com organização. Por isso, é fundamental que você e os demais cultivadores da horta orgânica obedeçam regras pré-estabelecidas. Vocês devem dividir, entre os participantes, as áreas de plantação. Podem, também, criar escalas de dias e horários e agendar mutirões de limpeza e plantio com todos.

Passo #5 do projeto de horta comunitária

Delicie-se com a sua colheita

Ah, este é, com certeza, o momento mais aguardado. Por esse motivo e por todo o esforço que vocês tiveram até aqui, recomendamos: aproveite as hortaliças com os familiares e com os próprios colegas que fazem parte do projeto de horta comunitária.

Outra finalidade interessante é, quem sabe, também doar verduras e legumes a ONGs e projetos sociais. Nós escrevemos um post sobre a doação de alimentos não-perecíveis pessoas que sofrem com a fome. Essa, a fome, costuma ser bem cruel com a população mais pobre. Porém, você pode ajudar a combater.

Num projeto de horta comunitária, como semear as hortaliças?

Você já deve estar imaginando: comer uma fruta fresquinha, sem agrotóxicos e sem esperar o dia de feira. As técnicas de plantio são bem simples, e com algumas dicas já saberá como elaborar um projeto de horta comunitária excelente em sua região.

Assim que você decidir o que vai plantar, você deve colher informações sobre as espécies. Algumas são reproduzidas por sementes. Outras, por mudas. No entanto, você provavelmente está questionando: como funciona isso? Entenda:

Plantando mudas na horta orgânica

No início do plantio no projeto de horta comunitária, as sementes devem ser inseridas em pequenas fendas abertas na terra, cuja profundidade é muitas vezes descrita nas embalagens que contêm as sementes.

Nem todas as sementes geminam. Exatamente por esse motivo é que você deve colocar um pouco mais de sementes quando for plantá-las. Após, basta cubri-las com terra fina ou serragem, que todo o processo de semeadura estará concluído.

Plantando mudas na horta orgânica

Já no caso das mudas, quando se opta por elas na hora de elaborar a metodologia do projeto, pula-se o processo de geminação das sementes, é claro. Porém, o plantio também ocorre de maneira diferente, já que as mudas vêm com subtrato.

Portanto, atenção: neste tipo específico de plantio, você deve cavar um pequeno buraco, e colocar a muda com muito cuidado, para que as raízes não se quebrem. Depois, você deve cobrir a base com um pouco de terra e estará pronto.

Os cuidados que todos do projeto de horta comunitária devem ter com a plantação

Apesar da necessidade do sol, as mais variadas espécies exigem condições únicas de clima e temperatura. É preciso ficar bem atento a isso. Nos primeiros dias, você deve regar bem a área de semeadura, com uma lâmina bem fina de água. Regadores, nesse período, são mais recomendáveis que mangueiras.

Conforme o tempo vai passando, os intervalos de regas podem ser maiores. Você deve manter a terra sempre úmida, mas não pode ser em excesso. É importante respeitar as épocas e regiões para o cultivo de cada espécie, e falaremos mais detalhadamente sobre as principais logo abaixo.

Épocas e regiões para o cultivo das principais espécies que todo projeto de horta comunitária deve considerar

Abaixo, você pode acompanhar uma lista de 15 das principais espécies de hortaliças que compõem muitos modelos de horta orgânica. A respeito de outros tipos de hortaliças, você pode saber mais neste link.

  • Abóbora
  • Abobrinha
  • Agrião
  • Alface de verão
  • Alho
  • Batata
  • Batata-Doce
  • Berinjela
  • Beterraba
  • Cebola
  • Cebolinha
  • Coentro
  • Couve
  • Espinafre
  • Pimenta

Abóbora

Out/Fev
Set/Mar
Ano todo
Mar/Out
Abr/Ago

Início da colheita

60-70 dias

Temperatura ideal

Alta

Projeto de horta comunitária: uma solução para as cidades?

Sabe aquele terreno baldio, aquela praça escura, aquele quintal sem graça? Podem ser uma ótima fonte de renda, uma oportunidade magnífica para reaproximar pessoas da terra, da comunidade e dos espaços públicos. Já relacionamos todo tipo de benefícios que são obtidos quando se cultiva uma horta urbana.

Em um projeto de horta comunitária, o interessante é que, além de reconectar o ser humano à natureza, toda a iniciativa acaba se tornando um jeito de ocupar harmoniosamente lugares tidos como abandonados.

E ainda há outro aspecto atrativo. Existe um grande potencial de geração de trabalho e renda com a criação de hortas comunitárias.

Agora, o que faço pra criar meu projeto de horta comunitária?

Portanto, se você está pensando em desenvolvimento de projetos como esse, saiba que em tempos de sustentabilidade, optar por uma atitude consciente faz toda a diferença: para você, para sua comunidade, para o mundo.

Sabendo tudo isso, você está pronto para começar. Pegue uma pá e plante uma ideia. Ela vai frutificar. Pode ter certeza.

[banner-random]

Categorias: Meio Ambiente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Doação

Quando não tem mesmo jeito: Como fazer a Doação de Animais e Onde Doar Cachorro

Seja por causa de uma mudança de cidade, de residência ou por outro motivo qualquer, uma boa solução para quem não tem mais espaço para seu cachorrinho é optar pela doação. Mas onde doar cachorro? Como Leia mais…

Meio Ambiente

Como Descartar Lixo Eletrônico: Encontrando Soluções para aquela TV ou aparelho de som antigo com a doação de eletrônicos usados

Acho chato ir ao shopping. Pouca coisa me atrai nas lojas de roupas, calçados, perfumaria etc. Porém, tirando a comodidade de encontrar em apenas um lugar cinema e praça de alimentação, existe algo que especialmente Leia mais…

Doação

Sem Poluir e do Jeito Certo: 18 e Mais Formas de se Livrar da Geladeira Velha ou do Fogão Antigo

Não faz tanto tempo assim que publicamos um post sobre doação de móveis usados. E não é que o assunto interessa muita gente?! Aí, resolvemos trazer também uma grande quantidade de locais que recolhem a doação Leia mais…